Homem vive em meio a radiação para cuidar de animais

Homem vive em meio a radiação para cuidar de animais

2 956

Algumas pessoas não medem esforços para ajudar os animais. Em determinadas situações, essa ajuda pode envolver até o fato de colocar sua própria vida em risco. E esse é o caso de Naoto Matsumura, de 55 anos.

Foto: © Vice

Após o tsunami de 11 de março de 2011, que causou a destruição de parte dos reatores da Central Nuclear de Fukushima, no Japão, toda a região teve de ser evacuada por conta da liberação de radiação. Na época, Matsumura morava na pequena cidade de Tomioka, próxima a estação nuclear, e teve que deixar seus cães para trás quando todos foram embora.

Vários animais morreram de fome quando donos foram embora Foto: © Vice

 

Segundo o documentário “Alone in the Zone” (“Sozinho na Zona”, em português), que conta a história de Matsumura, o homem acabou arriscando a própria vida ao lembrar do grave desastre Chernobil, em 1986. Assim, ele deixou de lado as regras de segurança e voltou a região de Fukushima para cuidar de seus fiéis animais. 

Foto: © Vice

Porém, o que ele não havia percebido de imediato era que, além dele, outras pessoas também haviam deixado seus bichos para trás, o que o motivou a permanecer em Tomioka. Hoje, com a ajuda de doações externas, ele cuida e alimenta diversos cães, gatos, porcos, vacas, avestruzes e até mesmo um pônei. “Eles não conseguiam esperar, então eles se juntavam e começavam a latir sem parar toda vez que ouviam meu carro. Todos os lugares por onde eu ia havia latidos“, contou ele à revista Vice.

Foto: Arquivo Pessoal

Desde então, Matsumura vive por lá, cuidando dos animais e sem se preocupar com a quantidade de radiação que está recebendo. Segundo médicos japoneses que o examinaram, o nível de radiação presente em seu corpo já é 17 vezes maior do que o máximo saudável para um humano.

Assista abaixo o documentário que conta a história de Naoto: